Páginas

5/27/2012

Rir, é o melhor remédio?


Inteligência emocional é um tema que me faz pensar, mesmo sem nunca o ter aprofundado. Observo a relação que existe entre este nível de inteligência e a capacidade de liderança.

Conheço alguns casos de líderes desastrosos que estão na categoria de "boas pessoas". Mas, apesar da boa índole, a incapacidade de gerir as suas emoções e perceber as alheias, mina os resultados que obtêm.

Eu não saberia definir "inteligência emocional", mas sei claramente quais são os momentos em que  a pouca inteligência me ataca! Momentos em que o ressentimento, o ego ferido, o complexo de inferioridade e mais um sem-fim de taras monopolizam o espaço entre as duas orelhas, num tagarelar constante. O difícil, por vezes, não é tomar consciência que estou nesse estado... o difícil é retomar o controlo da situação.

5/20/2012

Emoção: chave para o sucesso

Comecei a ler recentemente um clássico: "Pense e fique rico" de Napoleon Hill, um jornalista que durante 20 anos estudou e compilou as leis do sucesso.

O livro aborda um tema que para mim é fascinante: como os pensamentos e emoções que nós plantamos no nosso inconsciente influenciam os nossos resultados.

5/19/2012

Arte cósmica


O Universo é algo que sempre me fascinou. Desde criança que dou por mim a contemplar o céu e a imaginar o que há para além dessa fronteira azul. Pensar que somos tão pequenos perante a dimensão do imponderável.

E as fotos que nos chegam são comoventes. Eu fico parada a contemplar, emocionada com tanta beleza. Cada foto tirada pelo Hubble é uma obra de arte incomparável. Qual é o artista que consegue competir?

5/14/2012

1050

Desconhecia que escadas e poesia pudessem ter alguma relação. Mudei de ideias quando após 1.050 degraus, um copo de água e um sofá tive este insight :)

Habito o meu corpo! O coração bate, o sangue corre e aquece cada célula. Os pensamentos calam-se, espantados, para ouvir esta sinfonia e sentir... sinto-me a mim, sinto-me viva!

5/13/2012

Como medir a riqueza?

 Todo o empregado sonha com um aumento, um salário generoso, diversas comodidades. Todos nós queremos ser ricos, mas a riqueza não está aí.

Mesmo que ganhe 10.000€ por mês, se depende do seu salário para sobreviver, não é rico! O que acontece se perder o emprego? Adoecer? Deixar de trabalhar? Se somos dependentes, não somos ricos. Vagamos entre uma escravidão mais ou menos confortável. O rumo da nossa vida pertence a outrem: seja ele a empresa onde trabalhamos ou o Estado que nos assiste.

Para mim riqueza equivale a liberdade. Liberdade para usufruir do seu tempo como entender. Liberdade de ser e realizar aquilo que vibra dentro de si. Liberdade é um conceito que me atrai intensamente. Implica também responsabilidade e auto-determinação.

Aprendi com Kiyosaki que a riqueza não se mede em euros, mede-se em dias: quantos dias consigo viver sem trabalhar?

5/05/2012

Inimigos?

Há algo de irreverente na sabedoria: uma visão do mundo que nos surpreende, que desafia os lugares-comuns, que expande os nossos horizontes e revela a realidade sob outras facetas.

Adoro essa sábia irreverência! E um exemplo dela é a visão sobre os inimigos que DeRose desenvolve num post do seu blog:

“Amigo e inimigo são como o yin e o yang. Precisamos dos dois. Uma árvore cresce para baixo e para cima. Para baixo, cria raízes que se desenvolvem nas trevas, mas sem as quais a árvore não teria força nem estrutura para manter-se em pé. Os inimigos são as raízes; e o amigos, os ramos que a fazem florescer.

Dessa forma, os amigos nos proporcionam a auto-estima tão importante para qualquer ser humano, mas são os opositores que nos cutucam e empurram para a frente. O agressor sente uma satisfação malévola ao alfinetar, porém o que ele não percebe é que a Natureza lhe projetou esse dispositivo para obrigá-lo a ajudar aqueles que ele odeia. Pergunte a um amigo se sua roupa está boa e o amigo dirá que sim. Mas o antagonista, mesmo não sendo consultado, proporcionará uma visão crítica que o amigo deixaria passar. Com isso, o adversário estará auxiliando muito mais o progresso daquele a quem ele preferia prejudicar." 

Visto desta perspectiva... quem quer ser meu inimigo? :)