Páginas

4/20/2014

Be a wish!

Make a wishBe a wish!
Há um nível em que o desejo é o ser a lembrar: eu sou assim!
O que aí for desejado será materializado. Torna-se real nesse segundo, não importa o tempo que demore o mundo das formas a manifestá-lo.

Essa visão que o ser tem, move. Move e mobiliza pessoas, situações e energia. A personalidade segue o curso normal da vida sem perceber que todo este fluxo a está a conduzir, como que por magia, ao desejo inicial, do qual já pouco se lembra, porque não foi ela quem desejou.

Make a wish implica "fazer" um desejo, fazer acontecer. Be a wish é ser um desejo, deixar acontecer. No primeiro a personalidade lidera, no segundo simplesmente contempla.

4/09/2014

Saco de pedras - o poder do inconsciente


Jung dizia que enquanto não tornarmos o inconsciente consciente, ele vai dirigir a nossa vida e nós vamos chamar-lhe destino. É uma sentença forte que só pode ser compreendida e aceite quando sentimos na pele o poder do inconsciente e a força que ele exerce sobre nós.

No vídeo abaixo eu partilho uma experiência minha, em 2013, quando eu tive a sorte de ouvir o que o meu inconsciente estava a dizer. E deixo o convite para que fiques atento àqueles momentos em que desejas fazer algo mas não fazes... nesses momentos, o inconsciente tem algo para dizer. Podemos ouvi-lo ou podemos chamar-lhe destino!



Nota: O vídeo acima foi um discurso que eu fiz sobre este tema numa sessão do Lisboa Oriente Toastmasters. Para quem quiser desenvolver as competências de comunicação e liderança, o Toastmasters é um programa que recomendo vivamente.

4/06/2014

O homem livre








O sonho do homem livre.
Livre de quê?
De agir, de pensar, de se expressar, de fazer.
O homem capaz de se auto-determinar.
E por isso, inventou-se a democracia: o auge da liberdade.
Liberdade da opressão externa.
Mas será essa a liberdade definitiva?
Afinal, que liberdade tenho eu se o meu medo me bloqueia a ação e contamina o pensamento?
Serei livre, ou serei escravo de uma força que desconheço, que parece maior do que eu e que não controlo?
Serei livre, ou serei a vítima e o carrasco encarnados na mesma pessoa?